Vamos comparar as barras de proteína?

Adoradas por muitos pela praticidade e sabor cada vez mais elaborados, elas são uma forma prática de consumir a proteína de qualidade no meio do dia corrido.

Como sempre digo sobre a maioria dos produtos aqui: são opções para momentos EVENTUAIS que vc precise de uma praticidade maior. Não colocaria como “regra” diária, pois possuem química demais para poderem exatamente te dar essa praticidade sem estragar. 

Uma opção importada (Quest), mas que já vende no Brasil e uma nacional mesmo (a Dux). Estou comparando com essa nacional especificamente por ser a nacional mais parecida com a Quest que achei no mercado. O grande diferencial destas para as outras barras de proteína é o fato de grande parte do carboidrato presente ser na forma de fibra alimentar, que é um carbo não digerível pelo nosso organismo e por isso “não conta” como carboidrato no dia. Em

Ingles, eles colocam como “NET carbs” os carboidratos que realmente contabilizam no produto. Por exemplo, a Quest tem total de 25g de carboidrato, mas colocam na embalagem “apenas 5 net carbs”; ou seja, apenas 5g de carbo realmente absorvidos. Isso acaba sendo uma vantagem por reduzir o índice glicêmico do alimento e gerar bastante saciedade (quem já comeu uma quest sabe a saciedade que esta barra gera). 

A base dos ingredientes é: Whey Protein e proteínas do leite em geral – como fonte de proteína e alguma fibra solúvel – como fonte de carbo, sendo o segundo ingrediente. A Quest é fibra solúvel de milho e a Dux é fibra de mandioca. Comparando uma unidade de cada, a Quest é maior (60g) enquanto a Dux tem apenas 40g. Na unidade, a Quest tem mais proteína (20g contra 12g da Dux) e ambas em torno de 5g de gordura. 

A Quest gera mais saciedade por conter mais fibra (15g contra 8g da Dux) e mais proteína. Mas achei a Dux é uma opção nacional mais batata. Achei as 2 gostosas. 

Obs: Para entrar como proteína Pós Treino, eu não colocaria nenhuma das 2 (por terem muita fibra).