CAFEÍNA PÓS TREINO

Como postei ontem e muita gente perguntou, segue uma breve explicação para a cafeína “PÓS TREINO” e não no pré, como a maioria está habituada.
 
O glicogênio (muscular/ hepático) é a nosso grande local de reserva de glicose. Diria que um dos pontos chaves a serem trabalhados quando se busca performance numa prova é aumentar ao máximo esse estoque.
 
Há algumas estratégias nutricionais, que junto com o tipo de treinamento, seriam capazes de fazer este aumento. Uma delas seria o consumo de cafeína ingerida junto com o carboidrato ao final do treino.
 
Este estudo mostrou que a ingestão associada de cafeína e carbos no pós treino pode ajudar a refazer o estoque de glicogênio de forma mais rápida.
 
O estudo foi feito com 7 ciclistas treinados que realizaram um treino com o estoque de glicogênio praticamente zerado. Após o exercício  ingeriam apenas carbo ou carbo e cafeína. Através de biópsia muscular foi demonstrado que 1 h após o exercício não foi encontrado diferença na quantidade de glicogênio do grupo que usou cafeína e o grupo que não usou. Porém, 4h mais tarde a diferença foi de 66% a mais no grupo suplementado com a cafeína. A glicose e insulina também estavam aumentados no sangue deste grupo; O que provavelmente explica a maior reserva de glicogênio.

Não é para saírem colocando cafeína sem controle no pós treino. A quantidade é individual e não é para todo mundo, pois riscos / benefícios devem ser avaliados.

Bom Treino!

Journal Reference:
1. David J. Pedersen et al. High rates of muscle glycogen resynthesis after exhaustive exercise when carbohydrate is co-ingested with caffeine. Journal of Applied Physiology, (in press)