QUAL GEL ESCOLHER?

Como prometido, vamos começar a discutir aqui os tipos de gel no mercado!

Como tem muito o que falar, vou dividir o tema e começar hoje comparando dois tipos bem diferentes dizendo a proposta de cada um.

A diferença entre estes vai muito além do preço! Infelizmente o SIS é importado e, inevitavelmente, o preço é maior 🙁 .. mas nem por isso é melhor. Entenda que cada um tem o seu papel.

Inicialmente, para poder dizer a diferença entre eles, temos que entender que quando prescrevo um gel, na maioria das vezes, não estou focando somente no carboidrato contido nele. Quando o objetivo é simplesmente fornecer carbo, podemos substituir o gel por bananada, rapadura, tâmaras… sem problemas. Todos são fontes de carbo da mesma forma! Dito isso vamos às diferenças:

O sis é um gel isotônico, ou seja, tem a composição de eletrólitos bem parecida com o nosso plasma sanguíneo. Por isso, ele fornece os carbos (fundamentais), mas com menos quantidade de sódio. Por ser isotônico, ele é bem mais fluido e não precisa ser ingerido junto com água (o que facilita em vários momentos). Este da foto também é fonte de cafeína – 150 mg – uma quantidade bem considerável (correspondente à 2 xícaras de café). Esta cafeína pode garantir um “up” legal para algumas pessoas! (Atenção! Não é todo mundo que deve/pode ingerir essa quantidade toda de uma vez). Outra característica deste gel é ser fonte apenas de um tipo de carbo – maltodextrina. Ou seja, ele fornece como monossacarídeos (a forma que vc absorve o carbo) apenas a glicose. Isso pode ser legal, pois seria a principal fonte durante a atividade, mas, se for tomar muita quantidade, o ideal seria diversificar as fontes de carbo (monossacarídeos diferentes) para não saturar os transportadores. Diversificando as fontes, mais quantidade poderia ser absorvida por vez, o que seria extremamente vantajoso.

Falando deste Exceed – diria que ele é um “clássico”. Boa fonte de carbo e, diferente do SIS,  possui tipos diferentes de monossacarídeos (fonte de glicose e frutose). Ou seja, se você for usar uma quantidade maior, o ideal seria variar os dois géis para que tivesse tipos diferentes de carbo e não saturar os transportadores intestinais. Este (exceed) não possui nada de cafeína, mas possui mais quantidade de sódio. É bem mais consistente e deve ser ingerido junto com água.

Agora, além destas características nutricionais, o paladar e o sabor devem ser levados em consideração. Na minha opinião, o atleta não deve, de forma alguma, ir para uma prova com um suplemento/ alimento que ele não goste. Em alguns momentos já não é fácil comer, se for algo que vc não gosta então… o cenário estará propenso a complicar! Cuidado!