TREINAMENTO EM JEJUM OU COM BAIXO GLICOGÊNIO?

Como o jejum está super “na moda” agora, vejo que muita gente confunde: as adaptações que poderiam ser geradas no organismo fazendo um treino com baixa reserva de glicogênio muscular; com um treino em jejum.

Ao meu ver são cenários diferentes! Digo isso porque ao repor carboidrato após um treino, conseguimos garantir um estoque (mesmo que pequeno) de glicogênio para um treino seguinte, mesmo que haja um jejum de horas antes deste próximo treino. Isso porque o jejum provavelmente esgotará o estoque de glicogênio hepático do atleta, mas não o glicogênio muscular.

Assim, não necessariamente ao realizar uma atividade em jejum você terá os benefícios da adaptação ao treino com baixa quantidade de glicogênio. Para realmente haver as adaptações propostas (aumento de mitocôndrias e toda a cascata de sinalização para oxidação de gorduras) o importante seria não repor o carboidrato após uma sessão de treinos e continuar sem este carbo até a próxima sessão de treino.

A prática de dois treinos em um mesmo dia possibilita mais facilmente a prática desta estratégia. E perceba que não é necessário que haja um jejum propriamente dito! Ninguém precisa passar fome (rs), apenas modular os macronutrientes da dieta (carboidrato/ proteína/ gordura) focando em (pontualmente) reduzir estoques de glicogênio para o treino seguinte. Naturalmente devemos explicar para o atleta que este segundo treino não renderá tão bem quanto um treino com os estoques cheios de glicogênio, mas é uma estratégia para evolução de performance posterior.

As sinalizações propriamente ditas e todas as mudanças geradas neste tipo de treino eu escrevo no próximo texto.

Atenção – cuidado com o período de treinamento que esta estratégia irá entrar. É de extrema importância que a estratégia alimentar esteja caminhando lado a lado com a estratégia do treinador, ou pode ir tudo ladeira abaixo. Além disso, não são todas as atividades que se beneficiariam desta estratégia, podemos falar tb em um outro texto sobre as “contra indicações”.

.

Foto: Julia Sette.

  • CheeseCake

    CheeseCake

    Como adoro uma CheeseCake, segue mais uma receita diferente! Essa …
  • MÚSICA E PERFORMANCE

    MÚSICA E PERFORMANCE

    Voltando a falar de alterações no Sistema Nervoso Central para …