0

UM estudo comprova tudo?

Um lado muito bom da internet/ redes sociais foi democratizar o conteúdo científico para as pessoas e profissionais que não trabalham diretamente em universidade e/ou com pesquisas científicas. Sem dúvidas, isso é importante para que um conteúdo de mais qualidade chegue como informação a todos! O problema é quando lemos um artigo “interessante” sem ter nenhuma base de conhecimento anterior!

Confesso que fico com medo de algumas interpretações de artigos e “conclusões tiradas” com base em apenas UMA publicação sabe se lá de onde! O conhecimento de base serve como senso crítico para poder “acreditar ou não” e saber observar as limitações daquele artigo! Até que grupo será que posso ampliar aquele pesquisa? Serve para o meu publico alvo? Ter um raciocínio bioquímico por trás e entender as vias metabólicas usadas naquela pesquisa faz com que não fiquemos limitados a simplesmente a aceitar, sem saber questionar outras possíveis metodologias.

Particularmente falando, trabalho muito com atletas. Eu, por exemplo, não posso querer extrapolar o resultado de UM estudo com praticantes de atividades recreativas para a minha rotina com alguns atletas de pódio! Isso seria incabível! Às vezes, na intenção de se postar coisas extraordinárias/ impactantes, há uma generalização de um conteúdo muito particular.

Escrevi isso hoje após ler vários posts sobre um estudo mostrando que: praticantes de atividades que tomam carboidrato puro ou a combinação de carboidrato + proteína pós treino tiveram o mesmo resultado em relação a performance e à estética. Essas postagens (talvez para causar impacto), resumiram o estudo como “a proteína pós treino não serve para nada!”. Calma! Será que posso abranger o resultado de um estudo feito com praticantes recreativos de atividade de uma faculdade para  qualquer pessoa/ qualquer treino? Com que tipo de público você trabalha? Enfim, quis só fazer uma observação, pois (como já disse antes) tenho medo da banalização da ciência e da “livre interpretação” de artigos científicos!


avatar

Julia Engel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *