0

Exercício Físico e Depressão

Depressão é uma condição debilitante que provoca um profundo impacto na qualidade de vida de milhares de pessoas no mundo. Diferentes fatores podem levar a depressão, porém vem sendo demonstrado um papel importante do estresse crônico.

O estresse pode levar a inflamação e aumento de degradação de Triptofano, diminuindo a formação do neurotransmissor Serotonina e levando a formação do metabólito Quinurenina. Os estudos mostram que esse metabólito formado poderiam passar pela barreira hematoencefálica (do sangue para o cérebro), promovendo alterações fisiológicas que levam a depressão.

Um estudo recente mostrou que o exercício físico previne as características depressivas induzidas pelo estresse. Neste trabalho, os pesquisadores mostraram que o exercício pode induzir a expressão de uma enzima chamada Quinurenina Aminotransferase, através da PGC1-alpha, promovendo a conversão de Quinurenina em um metabólico ácido incapaz de passar pela barreira hematoencefálica. Desta forma é capaz de proteger o sistema nervoso (Agudelo, Cell, 2014). Porém, como sabemos, treinos excessivos e sem estratégias podem promover Overtraining e comprometer esses benefícios! Fique atento à qualidade do seu treino!

 

Texto: Gustavo Monnerat – PhD, Doutor e Pós Doutor em Fisiologia UFRJ.

Foto: Julia Sette

 


avatar

Julia Engel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *