0

EVOLUÇÃO DE PERFORMANCE

Meu irmão diz que de 100 palavras que eu digo, 50 são “mitocôndria” (rs).
Depois que ele disse isso, fui parar para analisar e é verdade, mas é porque realmente para entender grande parte do processo de geração de energia temos, inevitavelmente, que passar por ela! Assim, resolvi escrever um pouquinho sobre a sua relação com a performance.

É na mitocôndria que acontece a geração de energia (formação de ATP) quando o processo depende de oxigênio. Desta forma, quanto mais mitocôndrias temos, maior a nossa capacidade de utilização do oxigênio e melhor performance em endurance!
Por isso, há a grande preocupação com estratégias nutricionais que aumentem o número destas.

A nutrição não deve ser vista somente como “fornecer o substrato” para aquela atividade momentânea. Ela pode fazer muito mais! Como, junto com o exercício, estimular genes que possam aumentar todo o sistema de geração de energia do seu corpo.

Como exemplo destas estratégias, temos o (já) clássico consumo de nitrito; ou seja, a beterraba/ folhas verdes escuras (como a rúcula e espinafre) ou, como já discutido nas semanas anteriores, a estratégia de treinos sem recuperação de glicogênio muscular!

Se você quer evoluir, não se preocupe somente com o nutriente para te manter naquela atividade momentânea, mas sim, como processo para evolução de performance!

Foto: Carlos Nunes Ferreira.


avatar

Julia Engel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *