0

TREINO É TREINO, JOGO É JOGO

Apesar de ser fundamental treinar toda a estratégia de prova antes da prova propriamente dita; Precisamos ter a consciência que não devemos usar todos os recursos que temos em todos os treinos, pois desta forma, estaríamos inibindo alguns processos fundamentais. Processos estes que levariam o organismo a se adaptar a aquela atividade, fazendo uma “evolução interna” – seja no aumento de mitocôndrias, seja na melhora de circulação, seja no aumento de força…

Isso quer dizer que não devo me preocupar com estratégias alimentares e suplementares antes de provas? Não é isso! De forma alguma! Mas, devemos usar os suplementos corretos que me ajudarão a evoluir na atividade melhorando a resposta do organismo. Estes seriam os suplementos que podem estar presentes de “forma crônica”; Ou seja; eles não agem na atividade agudamente, mas sim, ajudam o organismo evoluir a mais longo prazo. Por exemplo: a creatina, alguma suplementação proteica, a beta alanina, entre outros..

Já alguns suplementos mais “agudos”, devem ser usados com mais cautela nos treinos e podem ser usados como “uma ajuda” nas provas.Estes seriam aqueles que atuam de forma mais imediata, como: bicarbonato de sódio, lactato, corpos cetônicos… A diferença é que estes suplementos me ajudam na atividade momentânea, me ajudam a fazer a atividade de uma forma “um pouco mais confortável”, mas exatamente por isso, não devem ser usados de forma frequente em todos os treinos, pois (como já disse) inibiriam processos importantes.

Nem sempre o que funciona, deve ser utilizado todas as vezes. Por trás da suplementação sempre tem que existir um porque e uma razão. Não use as coisas no “achismo” ou no famoso “para mim funciona …


avatar

Julia Engel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *