0

LIMIAR ANAERÓBIO E NUTRIÇÃO: O QUE MUDA EM CADA TREINO?

Muita gente treina usando estes parâmetros (limiar), porém, poucas pessoas sabem realmente o que significa ou a sua importância.

O limiar anaeróbio é caracterizado pela intensidade do exercício em que o VO2 não é capaz de atender toda a demanda energética imposta pelo exercício. Há um consenso que este limiar representa o início da terceira fase do esforço físico (foto). Seria o ponto de acúmulo do lactato sanguíneo e o ponto de compensação respiratório; Ou seja, na prática, seria o momento em que a percepção de esforço começa a ficar alta e acima daquela intensidade o indivíduo não aguentará manter o exercício por muito tempo.

Mas, e nutricionalmente falando: em que este parâmetro impacta?
Para nós, nutricionistas, é importante saber se o treino do atleta gira numa zona abaixo ou próximo do limiar, uma vez que o principal substrato energético que será utilizado pelo organismo do atleta dependerá desta intensidade de treino.

Treinos acima do limiar são aqueles anaeróbios; nestes treinos temos que considerar o carboidrato como o principal fornecedor de energia.

Já os treinos abaixo desta zona são mais aeróbios e podem ter maior contribuição da gordura, sem necessitar tanto assim do aporte de carbos.

Entender estes fatores faz a diferença de detalhes na hora de calcular um programa Nutricional; o que irá fazer muita diferença na prática do atleta. Bons treinos!

Referencia: Livro Aptidão Aeróbia – desempenho esportivo, saúde e nutrição.


avatar

Julia Engel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *