0

Para Triatletas


Uma coisa que pode “salvar” a sua prova é uma transição bem feita. Eu sei que vcs querem agilidade e cada tempinho economizado ali conta (e muito..). Mas, a nutrição pontualmente bem feita pode mudar muita coisa no seu corpo e fazer a sua prova tomar outro rumo. 

Diria que a T1 geralmente é bem início de prova ainda. Algum carbo bem colocado já é suficiente. Agora, a T2 já muda de figura. Chamaria- a de um ponto crítico. Nesse momento, você já nadou e se manteve no pedal por horas. Inevitavelmente, grande parte de seu glicogênio já foi gasto e a disponibilidade de carbo já estará mais baixa. Pode ser que no final deste pedal, quando você der uma leve “aliviada” para respirar e sair para correr uma quantidade maior de serotonina chegue a seu cérebro.

A serotonina, apesar de ser  muito “bem vista” por todos como “hormonio do bem estar”, ela não é muito bem vinda no meio de uma prova. Isso porque ela pode te trazer uma sensação de cansaço, letargia e maior percepção de esforço (fadiga central)…sem que você saia para correr com a mesma disposição que estava. 

Para evitar isso, alguns suplementos/ alimentos podem te ajudar neste momento. A reposição de carbo para manter os intermediários do ciclo sem oxidar tanto aminoácido é fundamental. Alem disso, o carboidrato pode reduzir a liberação de ácidos graxos (mais ácidos graxos, aumentaria ainda mais a quantidade de serotonina). O BCAA (apesar de ainda controverso) seria capaz de ajudar tb, reduzindo a quantidade de triptofano – precursor da serotonina – que passaria pela barreira hematoencefálica. Uma cafeína bem colocada poderia ajudar bastante também a manter o foco. A quantidade é individual, depende da resposta de cada atleta às substâncias. Tem gente que não se dá bem com a cafeína ou não responde ao BCAA, por exemplo, neste caso, não devem ser usados. 

Algumas estratégias podem ser testadas: colocar tudo no final do pedal ou deixar uma garrafinha na T2 mesmo, mas tudo isso tem que ser obviamente calculado e testado antes! Não negligencie a sua suplementação. Depois disso, é só manter na corrida para não deixar “baixar” e aproveitar e curtir o final da prova! Obrigada SEMPRE pela foto @guilhermeguidotri.


avatar

Julia Engel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *