0

Queijos

Queijo minas: minas light, minas frescal, minas padrão… todos são “light”? Qual a diferença?


Uma confusão muito grande que as pessoas fazem é em relação aos queijos! Pra começar, uma boa parte acredita que “faz mal, engorda, atrapalha a perda de gordura e todos os derivados de leite devem ser banidos”. Na minha opinião, laticínios podem e devem ser incluídos em uma alimentação saudável. Dito este primeiro ponto, vamos as diferenças:


Perceba que dentro de um mesmo tipo “queijo minas”, há variações! Ele sempre foi o “queridinho das dietas” pois as pessoas o associam a um queijo bem magro (com pouca gordura). Isso não necessariamente é verdade!

O queijo minas frescal (o branquinho) é feito geralmente com um leite com 3% de gordura. Coagulantes são adicionados a este leite para fazer a coagulação da proteína.

Nesse processo há perda do soro do leite (com o qual se faz a ricota), da lactose e há concentração de gordura (17 a 20%). A quantidade de carboidratos (lactose) presente no queijo é bem pequena! Ele não é um queijo “sem gordura” e, dependendo do estado de maturação, pode conter mais ou menos gordura.

Aí é que entra o “minas curado” ou “minas padrão”: Esses tipos de queijo minas são mais amarelos e ainda mais concentrados em gordura, pois são mais secos e perdem ainda mais soro (e água). Ou seja, enquanto uma fatia do minas frescal tem água, proteína e gordura; a mesma fatia do minas padrão terá menos água e mais gordura.

Mas e o “minas light”? É fake? Não! Ele geralmente é feito a partir de um leite com menos gordura. Enquanto o tradicional é feito com leite com 3% de gordura, o light é feito geralmente com 2% de gordura. Ou seja, ele realmente terá menos gordura (e menos calorias) por fatia.


Isso significa que vc só pode ingerir o frescal? O light? Não!! Vc pode ingerir gordura! Vc apenas precisa adequar a quantidade de gordura total a ser incluída no seu dia! 🧀


avatar

Julia Engel

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *