0

“Tenho muita fome à noite”

Pessoas que comem “super controlado” durante o dia, mas têm uma fome enorme à noite!

Mais comum do que se acha, ouço isso quase diariamente no consultório. Pessoas que acham que comem certinho durante o dia, podem comer super pouco até o final da tarde, mas têm uma necessidade muito grande de comida antes de dormir. O que acontece neste momento?

Posso dizer que, na maioria das vezes, o erro primário está na carência ao longo do dia! As pessoas acham que comer pouco durante o dia significa comer certo! Mas não é exatamente assim que funciona.
Não adianta se concentrar em “corrigir” apenas o momento do erro, ou seja, focar no que acontece à noite; colocar varias coisas para reduzir essa necessidade ou colocar uma gama de “alimentos permitidos” para este momento!

Temos que corrigir a BASE do problema! Procurar e entender o início do problema! Há algum erro neste dia, alguma carência, algum descontrole hormonal que está gerando isso à noite.

Algumas coisas comuns que podem estar acontecendo:

🟠 Uma falta de recuperação adequada de treino – se vc treina intenso durante o dia e não recupera adequadamente após, pode ser que tenha esse descontrole posteriormente;

🟠Uma falta de controle do índice glicêmico das refeições anteriores – há estudos mostrando que a refeição anterior (ou a ausência dela) pode afetar diretamente a liberação de insulina nas refeições seguintes, ou seja, logo após esta refeição, vc poderá sentir mais fome! ;

🟠Ou erro na própria refeição noturna com a presença apenas de carbos de alto índice glicêmico (como a tapioca, por exemplo) sem a presença de fibras e nem proteína suficiente junto.

Essas são algumas questões comuns de acontecer, mas cada caso deve ser analisado separadamente observando toda a rotina do indivíduo para identificar exatamente as possíveis causas. Não gosto de ser repetitiva, mas não temos como fugir do “a nutrição tem que ser individualizada”! 😊

Obviamente, estou colocando aqui quando o problema é nutricional e não quando há realmente um problema psicológico.


avatar

Julia Engel

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.